segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Segurança Online – como navegar com segurança na internet?

Reprodução: google imagens
Em 3 partes, vamos tentar ajudar você a navegar com mais segurança na internet. Começando por senhas, links e arquivos maliciosos. Essa é a principal forma de ajudar a você que não tem muito conhecimento da Internet sobre segurança online. Não garantimos que fique 100%  seguro, grande parte da sua segurança online, passa pela sua própria destreza de distinguir o que é real e o que é falso.

Parte I –  Senhas

Uma das melhores formas de proteger as nossas contas online, é através de boas senhas. Longas, complexas e variadas, são milhões de combinações possíveis de uma senha. Muitos sites de hoje em dia já permitem senhas entre um mínimo de 8 e alguns sites com no máximo de 16 caracteres, já outros aceitam senhas superiores a 16 caracteres, as combinações diferentes de senhas superiores às dezenas de milhões possíveis com os mais de 200 caracteres diferentes disponíveis. Muita gente ainda comete o mais antigo dos erros, usa a mesma senha para várias, se não todas, as contas online. Isso se juntar o fato de usarem senhas fáceis de adivinhar (como o próprio nome, data de nascimento ou número de telefones), faz destas pessoas um alvo fácil e preferido dos hackers.

O que evitar?


Senhas fáceis como nomes próprios ou de familiares. Datas importantes tipo aniversário ou data de nascimento. Palavras normais e/ou frases fáceis. Repetir senhas em vários sites.

O que fazer?

Usar senhas complexas, substituir letras e números, usar caracteres especiais e não usar a mesma senha repetida. Abaixo alguns exemplos:

ZxT&4c9!3DD@12
@j0a0!m4c3d0&
$5A!gD8lS;t&kQ+

Senhas assim são muito difíceis de adivinhar, muitas das vezes impossível mesmo. Usar uma diferente em cada site ajuda a aumentar o nível de segurança de uma maneira bastante considerável.

Existem alguns sites que disponibilizam um gerador de senhas gratuito online, pronto a usar. Deixo qui alguns links:
Parte II – Abrir arquivos duvidosos

Seja por download, pen-drive, mp3, Facebook, torrent ou outra fonte qualquer, recebemos e fazemos o download de arquivos sem nos preocupar-mos com o que poderá vir “lá dentro”. Estão populares hoje em dia ataques a sistemas operacionais tomando partido de falhas de segurança não corrigidas ainda, em programas ou no próprio sistema, usando arquivos que contêm pedaços de código maliciosos. Usar um bom antivírus ajuda a manter o seu computador seguro, um bom firewall e um navegador ajudam na navegar seguro e a evitar o download de arquivos maliciosos.  Abaixo alguns links que lhe ajudarão a encontrar o que precisas.

Antivírus – AVG Free/Pro (com sandbox*)Avira Free/ProAvast Free/Pro (com sandbox*)

Firewall – Comodo Free/ProZoneAlarm Free/Pro – Windows & Router**

Browser – Google Chrome FreeMozilla Firefox FreeOpera Browser Free

* Sandbox permite que abra um arquivo num local seguro no computador sem pôr em risco a sua segurança.

** É de salientar, que hoje em dia os sistemas Windows já vêm com um firewall embutido no sistema. Também os routers dos ISP’s trazem um firewall embutida. Estes dois em conjunto obtêm um resultado muito bom, num sistema atualizado.

Parte III – Abrir links duvidosos

“Habilita-te a ganhar um iPhone ou iPad gratuito” – “Um ator global saindo com mulher casada” – “Casa dos segredos – Drogas na casa”, estas foram algumas das frases que mais se viram nas redes sociais no ano passado, disfarçando o seu verdadeiro intuito por detrás de uma esperta mensagem. Ficamos curiosos o suficiente para cair em erro de clicar e abrir e até repararmos que é um esquema e aí é tarde demais, já temos o nosso computador cheio de publicidade. Pois bem, vamos lá ver como podemos evitar algumas situações assim.

Usar um browser seguro, como os descritos na Parte II, ajuda bastante a se prevenir contra sites maliciosos. Os próprios navegadores já vêm equipados de um detector de phishing, uma das técnicas mais usadas hoje em dia em sites. Para além de um navegador seguro, pode ainda usar alguns add-ons para aumentar a seu nível de segurança contra scripts automáticos e publicidades.
Estes seguintes, podem ser usados como “pontes” para o link que se quer visitar, de modo a esconder o seu IP de modo a evitar ataques futuros. Sãos os chamados “proxys”. Podes utilizar um online, ou um navegador especial para o efeito, como o TOR Browser. Ou podes ainda utilizar VPNs (Virtual Private Network). Os links estão em baixo.